Portal Uno Midias
Cidade

Mirante do ‘Nosso Centro’ recebe cobertura e telhado em forma de banzeiro

A cobertura ondulada que remete ao banzeiro dos rios da Amazônia vai ganhando forma no mirante Lúcia Almeida, no início da avenida 7 de Setembro, zona Sul, obra que será inaugurada pela Prefeitura de Manaus, em dezembro deste ano, dentro do programa de reabilitação “Nosso Centro”.

As telhas metálicas, do tipo sanduíche, se somam a diversas frentes de obra que contam com 150 operários no canteiro, trabalhando desde a estrutura para receber o forro e aterro compactado entre o prédio e as estacas prancha, além de pintura externa da fachada e montagem das escadas metálicas.

O prédio do mirante recebe, ainda, instalações elétricas, de incêndio (tubos e hidrantes), pintura, reboco e tubulação de condicionadores de ar.

No que antes era uma área abandonada, hoje, já se nota a dinâmica de um futuro largo de pedestres, o largo de São Vicente, que tem assentamento de pedras São Thomé, meio-fio e sarjeta de rua externa e aterro e reaterro de calçadas.

O canteiro de obras funciona de segunda a segunda, sem pausa nem nos feriados. Quem passa pelo trecho, não reconhece mais a antiga área antes abandonada.

Atravessando a rua, o casarão amarelo, que vai abrigar o acervo do poeta e escritor Thiago de Mello, recebe forro e piso de madeiras, emassamento e pintura de paredes e instalação de esquadrias de madeira, além de serviços de acabamento externo e interno.

As obras acontecem, simultaneamente, e têm vários níveis e frentes de intervenção. A revitalização e a reabilitação nesse complexo é a segunda construção da gestão do prefeito David Almeida, que faz reconversão e reuso de uma edificação antiga e que antes estava abandonada e, hoje, ganha uma estrutura moderna e de reconversão pública.

Conforme o diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente, o cronograma está ajustado para os prazos, mesmo com as alterações climáticas das últimas semanas, com a obra estando prevista para ser inaugurada dia 23 de dezembro, conforme anúncio do prefeito. “A gestão David Almeida vai entregar essa obra importante e impactante para a cidade e a população, que terá mais orgulho”, comentou.

A área total do mirante é de 4,9 mil metros quadrados e o prédio será o primeiro espaço multigeracional vertical da capital.

Casario

O casarão Thiago de Mello é datado de 1908 e classificado como uma unidade de interesse de preservação de segundo grau, de acordo com Decreto 7.176/2004. A casa chegou a abrigar o depósito da firma Sinfrônio & Cia.

O espaço recebe serviços para sua reconfiguração e reuso, a fim de se transformar em um museu e espaço de exposição e convivência no centro histórico. Somado ao largo, essa trinca de intervenções promete ser um caso emblemático de regeneração urbana e reabilitação do centro da capital. Todas as obras têm aprovação do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) Amazonas (Processo nº 01490.000103/2022-81).

Fotos – Clóvis Miranda / Semcom

CONTEÚDOS PATROCINADOS

RELACIONADOS

Projeto da Prefeitura de Manaus para Casarão Thiago de Mello tem aprovação no Iphan-AM

Redação Am

Professores da Prefeitura de Manaus participam da 8ª Socialização de Práticas Pedagógicas da Semed

Redação Am

Prefeitura amplia horário de vacinação contra a Covid-19 em unidades de saúde

Redação Am