Portal Uno Midias
Cidade

Comunidade ribeirinha recebe ação cidadã da Prefeitura de Manaus

Localizada no rio Negro, distante 20 minutos de barco da marina do Davi, na Ponta Negra, zona Oeste, a comunidade Agrovila recebeu, na manhã desta sexta-feira, 21/5, uma ação de cidadania da Prefeitura de Manaus, com diversos serviços de assistência social à população ribeirinha da localidade, sob a coordenação da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).

As famílias tiveram acesso ao Cadastro Único (CadÚnico), porta de acesso a programas socioassistenciais, como o Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada (BPC). Os serviços de documentação (carteira de identidade e certidão de nascimento) também estavam disponíveis para a comunidade, além de atendimento jurídico, psicossocial e orientação sobre o Disque-Denúncia. O Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional da Semasc distribuiu kits com complementação alimentar infantil. A Secretaria Municipal de Educação (Semed) ofereceu apoio pedagógico, enquanto a Secretaria Municipal do Trabalho Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), atuou com o serviço de Carteira de Trabalho Digital.

Já a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) levou a ação de vacinação antirrábica e também contra a Influenza e a Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc) distribuiu kits com sementes de cebolinha, alface, couve, coentro, entre outros. A Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), com os “Garis da Alegria”, trabalhou a sensibilização do descarte irregular de lixo em qualquer lugar, poluindo o meio ambiente. A Amazonas Energia também esteve presente, tirando dúvidas dos moradores.

“A ideia foi concentrar diversos serviços da prefeitura em um único lugar. Nosso dever é de garantir direitos, cidadania e aproveitamos para orientar a população sobre os cuidados com a criança e o adolescente, combatendo a exploração sexual e o abuso infantil, por meio da ação do Conselho Tutelar”, destacou a subsecretária de Políticas Afirmativas para as Mulheres e Direitos Humanos da Semasc, Graça Prola.

Para Ângela Andrade, 32 anos, ações como essas são muito importantes para a comunidade. “É uma ação muito boa, principalmente neste período de pandemia, pois às vezes a gente precisa de um serviço e quando chega no órgão, descobre que o atendimento é agendado. Então, aqui aproveitamos para tirar dúvidas e saber como tem que fazer para conseguir o atendimento”, declarou.

Ao todo, foram realizados mais de 300 atendimentos. Novas ações já estão sendo planejadas para levar os serviços a outras comunidades rurais de Manaus.

CONTEÚDOS PATROCINADOS

RELACIONADOS

Modelo de PPP de Manaus é apresentado no Ministério da Saúde como referência nacional

Redação Am

Prefeitura de Manaus e Ageman assinam Termo de Ajuste de Gestão proposto pela CPI da Águas de Manaus

Redação Am

Prefeitura entrega praça no Nossa Senhora das Graças

Redação Am