Portal Uno Midias
Amazonas Politica

Alberto Neto requer urgência na tramitação de Projeto de Lei que estabelece idade limite para ingresso na Polícia Militar

O deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos) entrou com um requerimento na Câmara dos Deputados solicitando urgência na apreciação do projeto de lei 1.469/2020, que visa aumentar para 35 anos a idade limite para o ingresso nos quadros de oficial e praça na Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar.

O PL também estabelece o aumento da idade limite para ingresso nos quadros de oficiais médicos e em outras especialidades na área da saúde. A medida é um anseio da população, sobretudo, das pessoas cujo objetivo profissional é seguir carreira como policial militar ou bombeiro militar em todo Brasil.

Capitão Alberto Neto reforça que muitos estados estão há vários anos sem realizar concurso público para o aumento do efetivo da tropa. Como exemplo cita o Amazonas, no qual o último certame foi realizado em 2011. O aumento da idade limite significará para muitos concurseiros a realização de um sonho.

“Este projeto é de extrema relevância para a categoria e para toda Segurança Pública brasileira. Tendo em vista que muitos estados, como o Amazonas, estão há anos sem abrir concurso público, as pessoas que vinham se preparando para o certame alcançaram uma idade mais avançada. Com o aumento da idade limite, mais candidatos terão condições legais para entrar na corporação”, explicou o parlamentar.

O autor da proposta, deputado Guilherme Derrite (PP/SP), afirma que hoje não há padronização. “Em muitos estados verifica-se, nos editais de concursos públicos, idade limite fixada em critérios desarrazoados, desproporcionais e distantes da realidade da expectativa de vida dos brasileiros”, afirma.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Dep. Cap. Alberto Neto

Foto: Divulgação

Related posts

“Vacina Amazonas”: Corpo de Bombeiros auxilia equipes de saúde em mais um mutirão

Redação Am

Acusado de desviar milhões da saúde do AM, Omar Aziz usa CPI para se promover

Junior Ferreira

Senado aprova elegibilidade para políticos com contas irregulares

Jamil Maciel