Portal Uno Midias
Cotidiano

Receita Federal em Manaus encontra drogas em tênis, livros, celulares e chuveiro

Manaus 07.09.2021 – O Serviço de Vigilância e Repressão ao Combate ao Contrabando e Descaminho da Alfândega do Porto de Manaus (SEREP) realizou, durante o mês de agosto, operações de combate ao contrabando e descaminho no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas (CTCE) dos Correios que resultaram na apreensão de 33 encomendas contendo drogas ilícitas.

Após procedimentos de Análise de Risco e utilização do equipamento de Raio-X (Scanners) a fiscalização identificou 33 (trinta e três) encomendas postais contendo, supostamente, drogas ilícitas. Diante da suspeita foram acionadas as equipes de cão de faro da Receita Federal que confirmaram a presença de drogas. Após a realização da verificação física o SEREP encontrou: 270 ml de Canabidiol, 1kg de Cocaína, 1.062 comprimidos de Ecstasy, 512 g de Haxixe, 1 litro de Lança-Perfume, 1.224 selos de LSD, 51g de Metanfetamina, Sementes de maconha e 2 kg de Skunk.

As encomendas envolviam destinatários e remetentes dos estados do Amazonas, Pará, Ceará, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Santa Catarina. Toda a droga encontrada foi entregue ao Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), destacando somente o Canabidiol, que foi entregue à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Algumas drogas encontradas estavam “camufladas” em tênis, livros, caixas de aparelhos celulares e até em um chuveiro, na tentativa de enganar a fiscalização.

A Alfândega do Porto de Manaus informa que as ações de fiscalização e controle realizadas tem como objetivo evitar a circulação, no território nacional, de produtos potencialmente nocivos à saúde e ao meio ambiente, e inibe a prática de crimes que geram desemprego, sonegação de impostos e concorrência desleal à indústria e ao comércio local.

A Receita Federal também alerta que muitos casos de contrabando e descaminho, considerados pela população como crimes “menores”, estão ligados ao crime organizado que atua nas fronteiras brasileiras. Essas organizações criminosas, que promovem tráfico internacional de drogas, armas e munições, utilizam-se do mercado ilegal de produtos como forma de financiamento para suas ações. É importante que a população se conscientize de que o que pode parecer uma “pequena transgressão” traz grandes prejuízos ao país, contribuindo inclusive para a deterioração da segurança pública.

Assessoria de comunicação da Alfândega do Porto de Manau

Related posts

Parintins recebe Setemp em parceria com Sebrae para cadastro e renovação da carteira nacional do artesão

Redação Am

1st Date Questions to Ask on a First Particular date

Jamil Maciel

Live-Casino-Spiele – was sind die Unterschiede, Funktionen und Boni?

Jamil Maciel