Portal Uno Midias
Economia

Prorrogado prazo para o plantio de soja no Pará

Os agricultores do Pará terão mais tempo para realizar a semeadura da soja no estado. A pedido do setor produtivo, o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) prorrogou o prazo do plantio de soja em todas as regiões do estado. No Pará, o plantio da soja é realizado em três períodos, abrangendo diversos municípios. Inicialmente, o prazo para a primeira região terminaria no dia 24 de dezembro. Com a alteração o prazo segue até o dia 14 de janeiro.

O consultor e analista de mercado na SAFRAS & Mercado, Luiz Fernando Gutierrez, explica que a prorrogação do prazo foi motivada pelo atraso no plantio da cultura.

“É uma questão em cima do atraso por questões climáticas, no atraso do plantio e da necessidade grande de replantio de soja em algumas regiões.  Então, os atrasos que foram acumulados ao longo de toda a semeadura da soja em vários estados do país trouxeram esse problema e não havendo janela sanitária para plantio, teria que haver esse aumento do prazo para se plantar dentro da lei. Então, assim abre a possibilidade do replantio de áreas nesses estados que sofreram bastante com a regularidade climática nesse ano. E isso pode resultar em uma área muito próxima do que a gente estava esperando que ia ser plantada”, destaca.

Segundo a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará) o calendário atualizado da semeadura da soja das três regiões está dividido da seguinte forma:  

  • Região I: 16 de setembro de 2023 a 14 de janeiro de 2024

Municípios: Bannach / Conceição do Araguaia / Cumaru do Norte / Floresta do Araguaia / Pau D’Arco / Redenção / Santa Maria das Barreiras / Santana do Araguaia / Ourilândia do Norte / São Félix do Xingu / Tucumã / Água Azul do Norte / Rio Maria / Sapucaia / Xinguara / Brejo Grande do Araguaia / Itupiranga / Marabá / Nova Ipixuna / Palestina do Pará / Piçarra / São Domingos do Araguaia / São Geraldo do Araguaia / São João do Araguaia / Canaã dos Carajás / Curionópolis / Eldorado do Carajás / Parauapebas / Aveiro / Itaituba / Jacareacanga / Novo Progresso e Trairão, além dos distritos de Cachoeira da Serra e Castelo de Sonhos, pertencentes ao município de Altamira.

  • Região II – 01 de novembro de 2023 a 28 de fevereiro de 2024

Municípios: Aurora do Pará / Mãe do Rio / Paragominas / Ulianópolis / Ipixuna do Pará / Nova Esperança do Piriá / Tailândia / Moju / Goianésia do Pará / Jacundá / Breu Branco / Dom Eliseu / Rondon do Pará / Abel Figueiredo / Bom Jesus do Tocantins / Ourém / Capitão Poço / Tomé-Açu / Novo Repartimento / Pacajá / Tucuruí / Garrafão do Norte / Bonito / Capanema / Nova Timboteua / Peixe-Boi / Primavera / Santarém Novo / Cachoeira do Piriá / Tracuateua / Viseu / Augusto Corrêa / Bragança / São Caetano de Odivelas / Vigia de Nazaré / Quatipuru / Salinópolis / São João de Pirabas / Magalhães Barata / Maracanã / Marapanim / São João da Ponta / Colares / Curuçá / Santa Luzia do Pará / Baião / Castanhal / Igarapé-Açu / Inhangapi / Irituia / Santa Maria do Pará / São Domingos do Capim / São Francisco do Pará / São Miguel do Guamá / Terra Alta / Abaetetuba / Igarapé-Miri / Cametá / Limoeiro do Ajuru / Mocajuba / Oeiras do Pará / Acará / Barcarena / Benevides / Bujaru / Concórdia do Pará / Marituba / Santa Bárbara do Pará / Santa Izabel do Pará e Santo Antônio do Tauá.

  • Região III – 16 de novembro de 2023 a 14 de março de 2024

Municípios: Alenquer / Belterra / Mojuí dos Campos / Monte Alegre / Prainha / Santarém / Anapu / Brasil Novo / Medicilândia / Senador José Porfírio / Vitória do Xingu / Uruará / Placas / Rurópolis / Salvaterra / Cachoeira do Arari / Muaná / Ponta de Pedras / Curuá / Faro / Juruti / Óbidos / Oriximiná / Terra Santa / Almeirim / Porto de Moz / Santa Cruz do Arari / Soure / Afuá / Anajás / Bagre / Breves / Chaves / Gurupá / Melgaço e Portel.

Produção de Soja no Pará

Segundo dados da Adepará, o Pará ocupa a 13ª colocação na produção nacional de soja, com mais de 2,5 milhões de toneladas, o equivalente a 1,75% da produção brasileira. O maior produtor de soja do estado é o município de Paragominas. O município possui uma área plantada superior a 600 mil hectares. Ao todo, a região produz cerca de 600 mil toneladas, representando quase 24% da produção do estado.

Prorrogação do plantio em outros estados

Além do Pará, outros cinco estados também vão prorrogar os prazos para os plantios: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Piauí e Tocantins. O analista de mercado ainda descartou a possibilidade de haver safra recorde de soja no país em 2024.

“Com relação às projeções para safra, a gente vem reduzindo nas últimas semanas as projeções. Mas ainda está indefinido porque, tem ainda clima para acontecer, principalmente a safra do sul do Brasil, que está em aberto, e a safra do norte e nordeste também. O centro-oeste do Sudeste já está mais adiantado, mas a gente sabe que existem problemas importantes. E só os trabalhos de colheita acontecendo para a gente entender realmente qual foi o tamanho do problema. Então, eu diria que a safra deve ir mais ou menos por 152 milhões de toneladas. Quem sabe um pouco menos, um pouquinho mais, mas já dá para não falar mais em safra recorde”, destaca.

Elevada importação de fertilizantes deixa agricultura brasileira vulnerável, alerta Embrapa
 

 

Pixel Brasil 61

CONTEÚDOS PATROCINADOS

RELACIONADOS

Economia brasileira cai 0,1% no terceiro trimestre deste ano

Jamil Maciel

Rio e União assinam acordo de recuperação fiscal

Jamil Maciel

Preço do café arábica sobe nesta quarta-feira (17)

Brasil 61