Bizarro Internacional

Professora “safadona” é condenada por querer se casar com aluna de 12 anos

Uma professora americana de 27 anos foi condenada a cinco anos de prisão por assediar e manifestar desejo de se casar com uma aluna de 12 anos.

Allison Chilton foi indiciada por abuso de menor. O caso aconteceu em 2017 em uma escola de ensino médio no condado de Oakbrook, na Califórnia (EUA), mas a sentença só saiu esta semana.

De acordo com a rede WCSC, as investidas da professora de artes foram descobertas pelo pai da menina, que teve acesso a mensagens trocadas por elas via celular.

Em uma das mensagens, Allison escreveu à aluna: “Eu quero ser a sua mulher”. Outras mensagens enviadas pela professora sugeriam que as duas tivessem contato sexual.

Investigadores descobriram que Allison e a aluna tiveram encontros a sós na escola durante o recesso do ano letivo.

Após cumprir a pena de reclusão, Allison terá que passar cinco anos em condicional. A professora também teve o nome incluído na lista de criminosos sexuais da Califórnia.

Como denunciar casos de abuso infantil

Há algumas formas de denunciar casos de violência sexual a menores de idade:

Disque 100

Como nos casos de racismo, homofobia e outras violações de direitos humanos, qualquer cidadão pode fazer uma denúncia anônima sobre casos abuso infantil pelo Disque 100. A denúncia será analisada e encaminhada aos órgãos de proteção, defesa e responsabilização em direitos humanos, respeitando as competências de cada órgão.

Aplicativo Proteja Brasil

Depois de instalar o aplicativo gratuito em seu celular, o usuário rapidinho, respondendo um formulário simples, registra a denúncia, a qual será recebida pela mesma central de atendimento do Disque 100. Se quiser acompanhar a denúncia, basta ligar para o Disque 100 e fornecer dados da denúncia.

Ouvidoria Online

O usuário preenche o formulário disponível aqui e registra a denúncia, a qual também será recebida pela mesma central de atendimento do Disque 100. Se quiser acompanhar a denúncia, basta ligar para o Disque 100 e fornecer dados da denúncia.

ONGs

Se for possível, procure Organizações que atuam para o combate ao problema, como o ChildFund Brasil e a Childhood Brasil.

Safernet

A Safernet é uma organização social que recebe denúncias de crimes que acontecem contra os direitos humanos na internet, incluindo pornografia infantil e tráfico de pessoas.

Conselho Tutelar

O Conselho Tutelar é responsável pelo atendimento de crianças e adolescentes ameaçados ou violados em seus direitos. Pode aplicar medidas com força de lei. A denúncia pode ser feita por telefone ou pessoalmente, na sede do conselho. Encontre o telefone do Conselho Tutelar mais próximo digitando “Conselho Tutelar + o nome do seu município” no Google.

CREAS / CRAS

Os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) realizam o atendimento em atenção básica à população em geral, e os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS) oferecem o atendimento de média complexidade, que inclui o atendimento psicossocial a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual. Acesse o site do Ministério da Cidanania, localize as unidades por Estado ou município.

Ministério Público

Responsável pela fiscalização do cumprimento da lei. Os promotores de justiça têm sido fortes aliados do movimento social de defesa dos direitos da criança e do adolescente. Todo Estado conta com um Centro de Apoio Operacional (CAO), que pode e deve ser acessado na defesa e garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes. No site da Childhood Brasil você encontra o contato do MP de todos os estados brasileiros.

Veja também: Como denunciar casos de abuso infantil e como orientar a criança

Leia Também

Menina de 10 anos tira a própria vida após sofrer Bullying na escola

admin

Brasileiros presos com cocaína no Catar podem pegar pena de morte

admin

Bizarro! Possessão e estupro: Os demônios masculinos que invadem pesadelos de mulheres

admin