Portal Uno Midias
Cidade

Prefeitura de Manaus alerta para a necessidade da segunda dose da vacina contra a Covid-19

Nesta quarta-feira, 9/6, o país celebra o Dia da Imunização e a Prefeitura de Manaus reforça a importância da segunda dose da vacina contra a Covid-19. Dados do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), indicam que desde o início da campanha de vacinação contra a doença na capital, no dia 19/1, das 442.290 pessoas que tomaram a primeira dose até esta terça-feira, 8/6, 25.889 não retornaram para completar o ciclo de imunização nas datas programadas, o que representa 5,85% do total.

Para facilitar o acesso às vacinas, a prefeitura montou postos em todas as zonas da cidade e criou uma plataforma, por meio da qual é feito o agendamento de data, horário e local para o recebimento das doses.

 “Desde o recebimento das primeiras remessas de vacinas, nossas equipes vêm trabalhando para que a imunização seja realizada com segurança e de forma rápida, porque sabemos que a vacina é a maior esperança para que a população fique mais protegida desse vírus. Mas para que isso seja possível, as pessoas precisam completar o esquema vacinal. Precisamos pensar no interesse coletivo e quem tomou a primeira dose precisa tomar a segunda, mesmo que tenha perdido o prazo”, apela o prefeito David Almeida.

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, explica que em relação ao período máximo para a segunda dose, não existem estudos que determinem a validade, considerando que a vacina contra a Covid-19 é recente.

“O que se sabe, comparando com as demais vacinas, é que uma vez identificada a falta do esquema vacinal completo, que ele seja feito imediatamente. Há casos em que a pessoa pode não ter tomado a vacina por ter adoecido ou por alguma outra situação. Mas o ideal é que ela faça a segunda dose imediatamente, assim que verificar que está com o esquema atrasado e que esteja apto a receber a segunda dose”, orienta.

Segundo Shádia, não retornaram para a segunda dose de CoronaVac/Butantan, 8.079 pessoas, e da AstraZeneca/Oxford, 17.810. “No caso da CoronaVac temos atraso de até 112 dias. Da AstraZeneca, chega a 46 dias, considerando a data prevista para a segunda dose, obedecendo o intervalo entre uma e outra”, completa a gestora.

A diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica da Semsa, enfermeira Marinélia Ferreira, ressalta que não há como determinar por quais razões essas pessoas não retornaram para tomar a segunda dose.

“Algumas relatam que tiveram reações adversas na primeira dose, outras que apresentaram sintomas gripais, sugestivos de Covid-19, ou até que tiveram a doença logo após a primeira dose, portanto, não poderiam tomar. Há, ainda, o caso de pessoas que tomaram outra vacina, como a da Influenza, e precisam observar o intervalo entre as vacinas. O porquê dessa falta, não está bem esclarecido”, conta.

Segundo ela, já houve relatos de pessoas que iniciaram o esquema com CoronaVac e querem tomar a segunda dose de outro fabricante. “Isso não é indicado pelo Ministério da Saúde. O correto é iniciar e concluir o esquema com o mesmo imunobiológico. Essa é a orientação que estamos seguindo”, informa.

Cuidados

A titular da Semsa faz questão de frisar que, mesmo com o esquema vacinal completo, a proteção não chega a 100% e a prevenção deve ser permanente.

“Mesmo que a pessoa tenha tomado as duas doses, ainda assim pode contrair a doença. A vacina evita formas graves e óbito. O que as pessoas precisam ter em mente é que mesmo com o esquema vacinal completo, as medidas de prevenção como o uso da máscara, lavagem das mãos, evitar tocar os olhos, manter o distanciamento social e, principalmente, se tiver sintomas gripais, se afastar e fazer o teste. Isso é válido para todas as vacinas, independentemente de estar na primeira ou na segunda dose”, finaliza.

A Semsa informa que em todos os pontos está sendo aplicada a segunda dose, à exceção da Escola de Enfermagem. Os que receberam a CoronaVac/Butantan devem procurar as estações do ponto de vacinação do Centro de Convenções, o sambódromo, único local que está disponibilizando este imunizante.

Pontos de vacinação

Zona Norte

Estacionamento do supermercado Coema

Avenida Torquato Tapajós, nº 5.890, Novo Israel

Zonas Sul e Centro-Sul

Centro Cultural dos Povos da Amazônia

Avenida Silves, 2.222, Crespo

Universidade Paulista – Unip

Avenida Mário Ypiranga Monteiro, 3.490, Parque 10 de Novembro

Zona Leste

Clube do Trabalhador do Sesi/AM

Avenida Cosme Ferreira, 7.399, São José 1

Zona Oeste

Balneário do Sesc/AM

Avenida Constantinopla, 288, conjunto Campos Elíseos, Planalto

Centro de Convenções de Manaus – sambódromo

Avenida Pedro Teixeira, 2.565, Dom Pedro

CONTEÚDOS PATROCINADOS

RELACIONADOS

Prefeitura de Manaus encerra cadastro para o ‘Empreende Manaus’ nesta segunda-feira

Redação Am

Igarapé da avenida Beira Rio recebe pelo segundo dia serviços de limpeza da Prefeitura de Manaus

Redação Am

Prefeitura de Manaus faz apresentação em evento virtual da Frente de Prefeitos e da ONU-Habitat

Redação Am