Portal Uno Midias
Cidade

Pessoas em situação de rua começam a ser vacinadas pela Prefeitura de Manaus

Prefeitura de Manaus inicia, nesta quinta-feira, 27/5, a vacinação das pessoas em situação de rua, que representam o 16º grupo prioritário para a imunização contra a Covid-19, conforme definido pelo Ministério da Saúde (MS). A estratégia para alcançar as aproximadamente 700 pessoas desse grupo será de realizar o atendimento em abrigos provisórios, praças e outros locais estratégicos da capital, onde equipes do Consultório na Rua e de vacinação, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), farão a aplicação das doses de vacina.

“É mais um grupo prioritário que a prefeitura passa a contemplar na campanha de vacinação contra a Covid e que exigiu atenção cuidadosa no planejamento de ação, considerando suas necessidades específicas. É um público em alta vulnerabilidade social, exposto a múltiplos riscos à saúde e mais difícil de alcançar do que os demais”, destaca a secretária municipal de saúde, Shádia Fraxe.

De acordo com a gestora, o primeiro local a ser visitado pelas equipes da Semsa será o Serviço de Acolhimento Institucional Amine Daou Lindoso, da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), localizado no centro de Manaus, onde devem ser atendidas cerca de 30 pessoas. Lá, a vacinação começa às 14h desta quinta-feira, 27/5, abrindo oficialmente a etapa de imunização das pessoas em situação de rua.

É considerada população em situação de rua “o grupo populacional heterogêneo que possui em comum a pobreza extrema, os vínculos familiares interrompidos ou fragilizados e a inexistência de moradia convencional regular, e que utiliza os logradouros públicos e as áreas degradadas como espaço de moradia e de sustento, de forma temporária ou permanente, bem como as unidades de acolhimento para pernoite temporário ou como moradia provisória”. A definição está no art. 1º do decreto nº 7.053, de 23 de dezembro de 2009, que institui a Política Nacional para a População em Situação de Rua.

Para facilitar o registro nos sistemas oficiais de informação, o Núcleo de Saúde dos Grupos Especiais, da Semsa, vem realizando um levantamento desse público, junto aos abrigos e serviços de saúde, onde essas pessoas recebem acolhimento e assistência.

A relação inclui nome, data de nascimento e outras informações, quando disponíveis, como CPF e Cartão Nacional de Saúde (CNS), para que o Departamento de Tecnologia da Informação (DTI) faça o cadastro das pessoas no sistema “Imuniza Manaus” e após a vacinação, transmita os dados ao Ministério da Saúde.  

Parte das pessoas relacionadas no levantamento já é atendida pelas equipes do Consultório na Rua, estratégia do Sistema Único de Saúde (SUS), criada para oferecer atenção integral à saúde para a população em situação de rua. As equipes são multiprofissionais e o trabalho é feito de modo itinerante e, quando necessário, com o apoio das equipes das Unidades Básicas de Saúde (UBS) da rede municipal.

CONTEÚDOS PATROCINADOS

RELACIONADOS

Prefeitura de Manaus oferta 50 vagas para curso de elaboração de projetos

Redação Am

Emissão do boletim de casos e de vacinação contra Covid-19 está suspensa temporariamente

Redação

Parceria entre Prefeitura de Manaus e Senac vai oferecer cursos profissionalizantes na escola André Vidal de Araújo

Redação Am