Portal Uno Midias
Cotidiano

Outro detento baleado em ataque à viatura morreu a caminho do hospital em Manaus

MANAUS – Antônio Marlon Silva dos Santos, de 48 anos, um dos três presos que estava na viatura da Polícia Civil do Amazonas que foi atacada a tiros na tarde de quinta-feira (6) nas proximidades do Fórum Henoch Reis, morreu quando estava sendo transferido do Hospital 28 de Agosto, na zona centro-sul de Manaus, ao Hospital João Lúcio, na zona leste.

Matheus Danilo Barros Dias, de 24 anos, morreu no local do ataque antes da chegada das ambulâncias do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Patrick Regis de Sena, de 28 anos, foi levado ao Hospital João Lúcio e, após avaliação médica, retornou ao Hospital 28 de Agosto e está internado.

Uma investigadora da Polícia Civil do Amazonas que fazia a escolta dos presos também deu entrada no Hospital 28 de Agosto após levar tiro de raspão. Ela foi socorrida pelos próprios colegas de farda. Conforme a SES (Secretaria de Saúde do Amazonas), a agente recebeu toda a assistência na unidade e obteve alta no mesmo dia.

Os três presos estavam sendo transportados em uma viatura do 1º DIP (Distrito Integrado de Polícia) para uma audiência de custódia que seria realizada na tarde de quinta-feira no fórum judicial. Antes de o veículo entrar nas dependências da Justiça, criminosos que estavam em outros dois carros realizaram os disparos contra a viatura.

Os carros foram abandonados minutos depois. Um veículo modelo Ford KA, sem placa, foi encontrado em uma rua no bairro da Betânia, na zona sul. Outro, modelo Ônix, estava na Avenida Leonardo Malcher, Centro. Segundo a polícia, em um dos carros foram encontrados dois fuzis. Cápsulas das balas disparadas também foram recolhidas para a perícia.

Em entrevista aos jornalistas na tarde de quinta-feira (6), a delegada-geral Emília Ferraz disse que um dos suspeitos de envolvimento no atentado foi preso no início da estrada BR-174 (Manaus-Boa Vista), na zona norte. O nome não foi revelado. Emília Ferraz disse que a estrutura de escolta dos presos, com apenas um carro, era a adequada.

*Com informações de Amazonas Atual/Foto: Divulgação

RELACIONADOS

Operação ‘Fight Back’ prende mais três envolvidos em ataques criminosos em Manaus

Redação Am

Por unanimidade, TCE-AM julga improcedente representação contra a Cema por superfaturamento de EPI para combate à Covid-19

Redação Am

Obra de duplicação da Rodovia AM-070 alcança o percentual de 86% de execução

Redação Am