Portal Uno Midias
Plantão Policial

Operação da prefeitura autua 20 motoristas por irregularidades em vagas especiais

Em mais uma fiscalização para combater os estacionamentos irregulares nas vagas especiais, a Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), realizou, nesta terça-feira, 14/11, uma operação sobre o desrespeito às normas de trânsito, especialmente em relação às vagas reservadas para idosos e Pessoas com Deficiência (PcDs). A ação, que ocorreu no shopping center da zona Oeste e em diversos pontos da área central, zona Sul da cidade, resultou na autuação de cerca de 20 motoristas por uso indevido dessas vagas.

A fiscalização intensiva visa garantir que os direitos de idosos e PcDs sejam respeitados, além de conscientizar os motoristas sobre as penalidades para quem desrespeita a legislação. “É fundamental que os motoristas compreendam a importância dessas vagas. Elas não são uma conveniência, mas uma necessidade para aqueles que têm mobilidade reduzida”, afirmou o diretor de Operações do IMMU, Stanley Ventilari.

Durante a operação, os agentes do IMMU verificaram alguns veículos que não portavam o cartão de estacionamento para idosos e PcDs, que é obrigatório e deve estar visível no veículo para poder fazer o uso da vaga. Os motoristas autuados adquiriram multas e pontos na carteira de habilitação, conforme previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

A operação recebeu apoio da população, especialmente daqueles diretamente beneficiados pelas vagas reservadas. O IMMU irá continuar com essas iniciativas, visando uma maior conscientização e respeito às normas de trânsito, garantindo assim, uma mobilidade urbana mais inclusiva e respeitosa para todos.

— — —

Texto – Marcelo Lima / IMMU

Foto – Divulgação / IMMU

CONTEÚDOS PATROCINADOS

RELACIONADOS

Na comunidade Riacho Doce, Polícia Militar detém homem com entorpecentes

Redação Am

Homem que estava com o filho no colo é executado a tiros na zona sul de Manaus

João Alves

Justiça determina prisão preventiva para padrasto suspeito de estuprar e matar enteada no interior do AM

João Alves