Cidade

Licenciamento urbano tem aumento e arrecadação sobe 24,6% no trimestre de 2021

Prefeitura de Manaus registrou, no primeiro trimestre deste ano, um aumento na entrada de novos processos no Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), que, somado à melhoria de tramitações e eficiência no período, fez a arrecadação na autarquia ter incremento de 24,6% até março, com receita de R$ 4.769.803,57.

De acordo com os dados da Diretoria de Finanças (Diraf) do Implurb, ano passado, sem os reflexos da pandemia após 12 meses, o instituto arrecadou nos três meses R$ 3.827.644,22. O aumento em 2021 foi da ordem de R$ 924.159,35.

“Com a sistematização de novos procedimentos e de gestão, se aumenta a produtividade, associada com a redução de custos e a celeridade das análises, mesmo no regime de teletrabalho para o enfrentamento da pandemia. A melhoria na gestão e na celeridade são pontos bem avaliados pelo prefeito David Almeida”, afirmou o diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente.

Os maiores volumes de arrecadação são decorrentes de taxas de licenciamento de execução de obras; regularização de edificações; serviços de análise de projetos e de medidas compensatórias.

Em relação a fevereiro, o Implurb teve aumento de 33% na arrecadação, comparado com o ano anterior, e março cresceu para 33,7% essa diferença.

São mais projetos em andamento para construção, licenciamento e aprovação de obras, e regularização de Habite-se junto à Prefeitura de Manaus. No segundo mês deste ano, mesmo diante do agravamento da pandemia da Covid-19, o instituto recebeu 506 processos, contra 418 de 2020.

Leia Também

Em Manaus, projeto promove dia de beleza para venezuelanas

admin

Mentira do Presidente da Amazonatur Orsine Junior repercute em redes sociais

admin

Primeira-dama é convidada para ser madrinha do Polo Industrial de Manaus

Redação