Portal Uno Midias
Politica

Já era: Peixoto, vereador de Manaus, perdeu cargo

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) cassou neste dia 19 o mandato do vereador Antônio Peixoto (Agir), de Manaus.

Peixoto foi acusado de se beneficiar, nas eleições de 2020, por meio de fraude praticada por seu partido, o PTC, no preenchimento da cota de gênero.

A fraude consistia na apresentação de chapa de mulheres que não disputavam o cargo, apenas preenchiam a cota.

O TRE-AM já havia julgado o caso na semana passada. E Peixoto já havia perdido o mandato por 5 a 1. O plenário tem sete membros.

Relator do processo, o juiz eleitoral Fabrício Marques manteve o vereador no cargo por meio de liminar pedida por Peixoto.

No entanto, na madrugada desta terça-feira, 19, a defesa de Tayah reclamou na corregedoria do TRE-AM, apontando Ilegalidade no ato do magistrado.

Ele deveria ter levado a liminar a plenário, o que não aconteceu, fato que ensejou a reclamação.

No julgamento do recurso, no começo desta tarde, a corte eleitoral derrubou a liminar.

No mesmo ato, por 5 a 0, o TRE-AM determinou que Peixoto seja substituído por Isaac Tayah.

BNC

CONTEÚDOS PATROCINADOS

RELACIONADOS

Daniel França, marido de Joice Hasselman, nega agressão: ‘Nunca fiz isso’

Redação

Prefeito de Urucurituba pretende gastar R$500 mil com show de 80 minutos de Bruno & Marrone

João Alves

Vídeo: Lula fala em “acabar” com o real e unificar moeda latina

João Alves