Portal Uno Midias
Amazonas

Idam e Banco da Amazônia reforçam parceria e alinham suas metas para 2022

A diretoria do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) se reuniu, ontem (12/01), com representantes do Banco da Amazônia para reforçar a parceria entre as duas entidades e dialogar sobre as metas para 2022, com o objetivo de expandir as ações de crédito rural no estado do Amazonas, a fim de melhor atender aos produtores familiares.

A reunião teve a participação do diretor-presidente do Idam, Valdenor Cardoso; da diretora de Planejamento Institucional, Lucelisy da Silva Borges; do diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural, Tomás Igo Munoz Sanches; e do coordenador de Inteligência Corporativa do Agronegócio do Banco da Amazônia, Benito Barbosa Calzavara.

“Os relatórios do Idam apontam que nós atendemos em 2021 cerca de 50 mil produtores que, em sua maioria, encaixam-se no perfil socioeconômico de micro e pequenos produtores, muitos em estado de pobreza e sem estrutura de produção. Então há uma necessidade imperiosa do setor público de atender esse público com um tratamento diferenciado”, afirmou Valdenor, reforçando a importância do financiamento para os produtores familiares do estado.

Segundo Benito Barbosa, a reunião teve como objetivo resgatar as ações realizadas pelo Banco da Amazônia em conjunto com os órgãos e empresas de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), e estabelecer metas para levar ainda mais investimentos ao setor primário neste ano.

“O Banco da Amazônia tem os recursos, mas não adianta disponibilizar para os estados, porque não irá resultar em produção se não houver uma parceria com as empresas de extensão rural. Então nós estamos conversando com todas as assistências técnicas dos estados para dizer que temos os recursos, temos ferramentas novas e temos uma meta interna; e apresentar alguns números para que nós e nossos parceiros possamos refletir sobre o nosso desempenho com crédito rural”, disse Barbosa.

Crédito Rural – O crédito rural é um meio importante para o desenvolvimento rural, que permite a ampliação das atividades produtivas, com o aumento da produção e produtividade e a utilização de recursos tecnológicos nas diferentes fases da produção, escoamento e da comercialização.

Segundo os relatórios de dados do Idam, os investimentos dirigidos aos produtores familiares do Amazonas no ano de 2021, por meio de crédito rural, chegaram a cerca de R$ 31 milhões, sendo a pesca e o cultivo da mandioca os setores mais beneficiados.

FOTOS: kevyn Sousa/Idam

RELACIONADOS

Instituto de previdência do Mato Grosso faz visita técnica à Amazonprev em busca do exemplo de gestão da qualidade

Redação Am

Últimos dias para as inscrições nos editais de fomento a projetos culturais

Redação Am

Justiça do AM decide que maiores de 21 anos não podem receber pensão por morte

Redação