Portal Uno Midias
Amazonas

HPS Platão Araújo celebra 15 anos de serviços no Amazonas

O Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Aristóteles Platão Bezerra de Araújo, iniciou, nesta quinta-feira (23/09), a programação de aniversário da unidade com uma série de palestras para os funcionários e colaboradores, abordando seu histórico desde a fundação do HPS. O Pronto-Socorro, vinculado à rede estadual de urgência e emergência, está há 15 anos a serviço da saúde na capital amazonense, sendo referência na zona leste de Manaus.

Os ciclos de palestras iniciaram na segunda-feira (20/09) e abordaram temas sobre cada setor clínico do hospital, relatados por profissionais fundadores de cada especialidade.

A copeira clínica Claudeci Azevedo é servidora do HPS desde o início de suas atividades e diz sentir orgulho por ainda poder contribuir com o crescimento do hospital. “O sentimento é de orgulho por ver que todo trabalho vale a pena, ao ver que o Platão se tornou um hospital de referência”, disse.

Para quem chegou agora o sentimento é de acolhimento, como a técnica de enfermagem Bruna Souza. “No início eu tive medo, nunca havia trabalhado com urgência e emergência, mas o Platão Araújo é um ‘pai’, pois aprendemos um pouco de tudo e assim podemos ajudar mais e melhor os pacientes que o procuram”, contou.

Para a diretora Aída Tapajós, a relação de compromisso entre o Hospital e seus funcionários o fortalece. “Nesta comemoração de 15 anos, percebemos que a maioria dos servidores está desde a fundação dessa unidade. É uma equipe que ama o que faz e está extremamente comprometida, aceitando todo e qualquer desafio”, afirmou.

A diretora acrescentou, ainda, que a luta nesse período de pandemia tornou a data mais especial. “Depois de estarmos quase superando uma pandemia, esses ‘Anjos da Saúde’ mereciam sim celebrar, ainda com todos os cuidados, claro. Estamos comemorando a vida com alegria. Sabendo que temos vitalidade para dar para nós mesmos, nossos familiares e nossos pacientes. O cuidador precisa de cuidados”, concluiu a diretora.

Inovação – Durante a pandemia de Covid-19, o HPS Platão Araújo por intermédio de sua diretoria, em parceria com o Hospital Sírio Libanês (SP), implantou o Programa Lean nas Emergências, que tem como objetivo reduzir a superlotação do atendimento hospitalar. A unidade é um dos cases de sucesso do hospital paulista no concurso Kaizen de Boas Práticas.

Além disso, o HPS é o primeiro hospital público do Amazonas a aplicar o Outpatient Parenteral Antimicrobial (OPAT) – Internação Domiciliar e Terapia Antimicrobiana Parental – uma solução para a superlotação hospitalar. O programa consiste em manter o paciente internado, porém na comodidade do seu lar, indo à unidade de saúde para avaliações médicas e medicação ministrada pelos profissionais do hospital. Esse procedimento é adotado apenas em casos que necessitam de acompanhamento médico, mas dispensam internação convencional.

Histórico – O HPS Platão Araújo foi fundado no dia 26 de setembro de 2006, com o objetivo de atender à demanda de atendimento de Urgência e Emergência na zona leste, assegurando as necessidades de Políticas de Saúde, no seu âmbito de atuação.

A média mensal de atendimentos no HPS, após as ondas de contaminação de novo coronavírus, é de 3.436 pacientes.

FOTOS: Sephora Melo/HPS Platão Araújo

RELACIONADOS

Agosto já registra maior número de queimadas no AM em 2021

João Alves

Conferência magna reafirma presença do Sistema Único de Assistência Social no Amazonas

Redação Am

Garantia Safra aprova cotas de dezesseis municípios e calendário agrícola para o Amazonas

Redação Am