Brasil

Hipocrisia pura: Doria nega que filho tenha feito festa e causado aglomeração e diz que intimidação dos “bolsominions”

O governador João Doria (PSDB) registrou, no sábado (6), uma queixa-crime na polícia contra os responsáveis por um vídeo gravado da casa de uma vizinha que mora em frente à residência do governador.

No vídeo, uma voz feminina acusa o filho de Doria de fazer festa em plena pandemia. e causar aglomeração.

Em nota, o governador disse que a casa onde havia o som em volume mais alto fica na mesma rua onde ele mora, mas não havia festa e nem aglomeração. Foi solicitado à dona da casa que abaixasse o volume, e o pedido foi prontamente atendido por ela.

Doria nega de pé junto que “não houve portanto festa, música ao vivo e muito menos a prática de aglomeração na residência” e que seu filho não mora no local e nem estava em São Paulo na data.

A pena para crime de difamação é de um ano e quatro meses de prisão.

Neste domingo (7), manifestante protestaram contra a hipocrisia de Dória. Em publicação nas redes sociais, o governador declarou que “repudia o comportamento do grupo” e vai “tomar as medidas legais”.

“Bolsominios loucos tentam me intimidar com novas ameaças contra mim e minha família. Agora ameaçam minha casa e nossa família. Dória esta envergonhado.

G1

Leia Também

Em 24 horas, PRF apreende uma tonelada de cocaína em MT

admin

Deputado é criticado ao ironizar na web vídeo de deficiente que se vestiu de Papai Noel para visitar escola

admin

Estudo mostra que coronavírus já circulava no país desde o Carnaval

admin