Amazonas

Governo do Estado avança na requalificação urbanística do igarapé do 40

O Governo do Estado, por intermédio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), avança com as obras do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) no igarapé do 40, em um trecho do igarapé que compreende as avenidas Silves e Maués, na zona sul de Manaus.

As obras no igarapé do 40 foram retomadas em janeiro, inicialmente com as demolições e a limpeza da frente 01. As obras aguardavam a conclusão de processos de reassentamentos para a abertura de novas frentes de obras, assim como, a retirada do material provenientes dos imóveis que já haviam demolidos.  

O subcoordenador de engenharia da UGPE, engenheiro civil, João Benaion, ressalta que no momento, foi concluído o desvio do curso do igarapé através de um corta-rio, que desviou o curso das águas do igarapé para a margem direita, possibilitando a troca de solo e a terraplanagem da margem esquerda.

“Nesse momento, iniciamos o colchão de reno, que são caixas de fios armados, preenchidos com pedras e que são indicados na construção de revestimento de canais como o do igarapé do 40” afirmou Benaion.

Mobilidade Urbana ― A intervenção do Prosamim no local, além de uma nova via, também contemplará a criação de áreas verde, convívio social e de prática esportiva. O programa também vai revitalizar os campos comunitários do Betanhão e o Noroeste.

Reassentamento – O Governo do Estado vai reassentar mais de 6 mil pessoas que viviam no leito do igarapé, os custos de reassentamento na área giram em torno de R$44 milhões financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Fotos: Tiago Corrêa – UGPE

Leia Também

Com a proximidade de leilão, Detran-AM alerta sobre golpes na Internet envolvendo o certame

Victoria Farias

Governo do Amazonas entra na etapa final de construção do sistema viário de São Gabriel da Cachoeira

Barbara Nascimento

Será mesmo? Amazonas Energia será notificada para restabelecer energia em 48 horas

admin