Portal Uno Midias
Saude

FVS-AM realiza visitas aos municípios para suporte nas ações de controle da dengue

As equipes do Programa Estadual de Combate às Arboviroses, coordenado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), estão realizando visitas aos municípios para suporte nas ações de controle da dengue no estado. Conforme dados da instituição, o Amazonas registra 7.832 casos notificados da doença de janeiro até 15 de maio, um aumento de 38,62% em comparação com o mesmo período de 2020, com 5.650 casos. O acréscimo, aponta a FVS, pode estar relacionado às cheias dos rios, tendo em vista a estação chuvosa, típica do inverno amazônico, período de maior transmissibilidade da doença.

Até esta sexta-feira (21/05), já foram visitados pela Programa Estadual de Combate às Arboviroses os municípios de Lábrea, Itacoatiara, Tefé e Maués. Para a próxima semana, estão previstas visitas técnicas em Tabatinga, Eirunepé e São Paulo de Olivença.

As equipes técnicas realizam monitoramento dos índices de infestação do mosquito nas cidades e acompanham o desempenho de atividades que objetivam o impacto na redução dos casos de dengue. “São atividades como a aplicação espacial de inseticidas, conhecida como UBV; tratamento focal com eliminação de criadouros, limpeza e manutenção de equipamentos para borrifação e controle de casos”, detalhou o diretor-presidente.

O chefe do Departamento de Vigilância Ambiental (DVA) da FVS-AM, Elder Figueira, ressalta que os municípios devem reforçar os cuidados preventivos à dengue, principalmente porque o período chuvoso é o de maior risco de multiplicação dos mosquitos. “Com a intensificação das chuvas no Amazonas, há aumento de casos de dengue. Então, é preciso eliminar locais que acumulem água e possam servir como criadouro do mosquito para que a população seja protegida”, enfatiza.

Registros – Dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) do Ministério da Saúde apontam que o aumento no número de casos foi identificado principalmente na capital do estado, Manaus. Foram registrados 976 casos de dengue na cidade de janeiro a 15 de maio de 2020. Já no mesmo período de 2021, o número saltou para 3.057, representando um aumento de 213%.

Já o interior do estado teve pouca oscilação percentual. Foram registrados 4.674 casos de dengue de janeiro a 15 de maio de 2020 contra 4.775 no mesmo período deste ano. O diretor-presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes, reforça que as equipes técnicas da FVS-AM estão realizando o acompanhamento junto aos municípios do interior do estado para dar suporte às ações de combate e controle do Aedes aegypti.

Cenário – Dos 7.832 casos notificados de dengue no Amazonas, de janeiro a 15 de maio de 2021, 3.057 são em Manaus. No ranking de municípios com maior número de registro de notificações da doença, a capital do estado é seguida por Envira (588), Tefé (463), Iranduba (424), Manicoré (389), Lábrea (378), Tabatinga (356), Guajará (343), Humaitá (287), e Eirunepé (264).

Já no cenário de óbitos por dengue, de janeiro a 15 de maio de 2021, foram registradas quatro mortes em decorrência da doença no Amazonas, sendo em Tefé (2), Manaus (1) e Eirunepé (1).

Arboviroses – O Programa Estadual de combate às Arboviroses, coordenado pela FVS-AM, inclui ainda o monitoramento de outras doenças que também são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, como zika, chikungunya, além de febre amarela.

Conforme dados gerenciados pela FVS-AM, foram registrados de janeiro a 15 de maio de 2021, 63 casos notificados de chikungunya e 58 casos notificados de zika no Amazonas. Não há registro de notificação por febre amarela no estado.

Referência – A FVS-AM é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas, incluindo o monitoramento de indicadores de doenças de transmissão vetorial, como a dengue, por meio do Departamento de Vigilância Ambiental e Controle de Doenças (DVA/FVS-AM).

A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Os números para contato são (92) 3182-8550 e 3182-8551. O contato específico do DVA é (92) 3182-8547.

FOTOS: Fernanda Pimentel/FVS-AM e Divulgação/FVS-AM

CONTEÚDOS PATROCINADOS

RELACIONADOS

Governo relança programa Mais Médicos

Redação

Covid-19: SUS oferece tratamento com antivirais que diminui risco de complicações graves

Brasil 61

Wilson Lima completa 100 dias do novo governo com avanços nas áreas social e de saúde, educação e segurança

Redação Am