Portal Uno Midias
Geral

Família faz vaquinha para trazer corpo de mulher morta em deserto

Familiares e amigos de Lenilda dos Santos, de 49 anos, estão fazendo uma vaquinha para levantar fundos e trazer o corpo da brasileira dos Estados Unidos. Lenilda foi encontrada morta na quarta-feira (15), no sul da cidade de Deming, no estado americano do Novo México. Agentes da fronteira disseram que ela foi abandonada sem água e sem comida por um grupo que leva imigrantes de forma ilegal aos Estados Unidos. 

Lenilda tentava chegar a Massachusetts, no nordeste do país. Em áudios enviados para sua família, ela disse que estava sozinha. Em entrevista ao JR, Leci Pereira, irmão de Lenilda, disse que a enfermeira passou 40 dias em uma casa perto da fronteira entre o México e os EUA, depois disso, começou uma longa caminhada, mas não aguentou e foi abandonada no deserto.

O grupo que levava os imigrantes disse que iria voltar para buscá-la, mas não retornou. Leci, que mora em Rondônia, disse que uma “vaquinha” foi organizada para trazer o corpo de Lenilda para o Brasil. 

Procurado pela reportagem, o Itamaraty ainda não se pronunciou sobre o caso.

R7.com*

RELACIONADOS

Lázaro carregava armas, comida, remédio e dinheiro vivo, diz polícia

Redação

Repórter da Globo agradece de joelhos após helicóptero quebrar hélice e fazer pouso forçado

João Alves

Incêndio destrói casa de madeira em Coari

João Alves