Portal Uno Midias
Notícias Corporativas

Em 2023, 45% das organizações pretendem investir mais em segurança

Um levantamento da Avantia, empresa de tecnologia para segurança eletrônica, revelou que 45% das empresas brasileiras planejam aumentar seus investimentos em segurança. O estudo, que consultou cerca de 50 organizações do setor, destaca que 43% têm como foco potencializar a tecnologia de seus dispositivos e sistemas de vigilância.

Essa tendência se justifica nos dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2022, que evidenciam um aumento de 6,5% nos roubos a estabelecimentos comerciais e de 11% em assaltos a instituições financeiras no país. Para se protegerem, as empresas estão apostando em reforçar seus sistemas de segurança, e a tecnologia é uma grande aliada nesse processo.

Monitoramento eletrônico possibilita a otimização de processos

Com o uso de sistemas tecnológicos de monitoramento, equipados com inteligência artificial e conduzidos por profissionais treinados, é possível detectar e alertar, em tempo real, eventos que apresentem riscos ou periculosidade, minimizando a possibilidade de prejuízos e danos no futuro. A tecnologia identifica padrões de movimento, como o excesso de permanência em áreas como portarias, filas, recepções e salas de espera. Também é usada para fiscalizar a entrada e saída de veículos em locais específicos.

Equipamentos para controle de acesso compõem as prioridades

As principais soluções de segurança a serem contempladas pelos investimentos planejados pelas empresas compreendem: equipamentos de controle de acesso, monitoramento remoto, vigilância 24 horas, sistemas de detecção de incêndio e integração de sistemas, além de recursos que possuem capacidades analíticas, como inteligência artificial e machine learning.

Além disso, diversos mecanismos possibilitam o controle de acesso e a segurança relacionada à circulação de pessoas em ambientes privados, sem a necessidade de uma equipe presencial: o comando por voz, a biometria, a portaria remota e a central de monitoramento.

Todas as atividades do perímetro podem ser monitoradas simultaneamente, permitindo que vigilantes ajam imediatamente, alertando as autoridades ou adotando medidas adequadas. A inteligência artificial, aplicada a esses dispositivos, também ajuda a evitar o acionamento de falsos alarmes, o que impede deslocamentos desnecessários do time de segurança.

Nas empresas que oferecem serviços de portaria remota, o atendimento é realizado por meio de interfone associado a câmeras, e o acompanhamento é realizado em tempo real por um operador especializado.

Além disso, administradores e funcionários podem acessar a empresa utilizando sua digital, TAG ou chave virtual disponível no aplicativo. O aplicativo também fornece acesso às imagens de monitoramento, gerenciamento de visitas e um botão de pânico para solicitar atendimento em eventuais ocorrências, tudo isso em tempo real.

CONTEÚDOS PATROCINADOS

RELACIONADOS

Dor neuropática atinge 8% dos adultos no mundo, diz pesquisa

DINO

Água potável: 3 técnicas para evitar infecção hospitalar

DINO

Errata: Alunos em cursos de Pós-Graduação cresce no país

DINO