Brasil

Casal é preso por suspeita de matar bebê em MG; polícia acredita que mãe também tenha sido assassinada

A Polícia Civil divulgou, na manhã desta quarta-feira (7), os detalhes da investigação sobre a morte de uma criança de 1 ano e 8 meses, que terminou com a prisão de um casal de Congonhas, na Região Central de Minas Gerais. O corpo da menina foi encontrado em janeiro, sob um pontilhão, no bairro Olhos D’Água, na Região Oeste de Belo Horizonte. As informações são do site G1

Desde o crime, a mãe da criança está desaparecida, e a polícia acredita que ela também tenha sido assassinada. De acordo com o delegado Alexandre Fonseca, Fernanda Caroline Leite Dias, de 28 anos, mantinha um relacionamento extraconjugal com o suspeito, de 41 anos. As investigações apontam que a mulher poderia estar grávida e que a possível gestação teria motivado o crime.

Fernanda Caroline Leite Dias está desaparecida desde que filha foi encontrada morta — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Fernanda Caroline Leite Dias está desaparecida desde que filha foi encontrada morta — Foto: Polícia Civil/Divulgação

“Nós temos confirmação que essa potencial gravidez foi levada ao suspeito pela Fernanda e que isso foi o potencial motivador para o desaparecimento dela. E, na convicção policial, minha e da equipe, nós temos certeza de que a Fernanda está morta. Ainda não achamos o corpo, mas ela está morta”, disse o delegado.

Segundo ele, o casal suspeito do crime foi detido nesta terça-feira (6). O homem preso é bacharel em direito e funcionário de uma grande mineradora. Ele foi levado para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) Gameleira, na Região Oeste da capital.

Já a mulher dele, de 38 anos, é funcionária da prefeitura de Congonhas e foi encaminhada para a Penitenciária Estêvão Pinto, na Região Leste de Belo Horizonte.

G1

Leia Também

Integrantes do PSD tentam se afastar de Flordelis por “risco do que está por vir”

admin

Covid-19: Anvisa autoriza testes para nova vacina da Johnson & Johnson

admin

Quadrilha? CPI do BNDES sugere indiciamento de Lula, Dilma, Mantega e Palocci

admin