Portal Uno Midias
Politica

Cármen Lúcia nega ação para obrigar Lira a analisar pedido de impeachment

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia rejeitou, nesta quarta-feira, 21, um pedido de integrantes do Partido dos Trabalhadores (PT) para obrigar o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), a analisar um pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A ação faz referência especificamente a um pedido de impeachment protocolado por entidades da sociedade civil em maio de 2020.

Na decisão, Cármen Lúcia apontou motivos processuais para rejeitar o pedido. Na avaliação da ministra, o pedido não atende aos requisitos de um mandado de segurança – tipo de ação escolhido pelo deputado Rui Falcão (PT-SP) e pelo ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

O processo foi protocolado em 2 de julho e indeferido pela ministra nesta quarta-feira.

*Com informações de Portal Norte de notícias

Related posts

Alberto Neto requer urgência na tramitação de Projeto de Lei que estabelece idade limite para ingresso na Polícia Militar

Jamil Maciel

Aziz divulga novo calendário da CPI e convoca Queiroga a depor novamente na terça.

Redação

Diego Afonso visita a comunidade do Parque Mauá no bairro Mauazinho

Redação