Portal Uno Midias
Amazonas Politica

Carauari e Itamarati receberão emendas parlamentares para a saúde e o setor primário

Cumprindo agenda na Calha do Juruá, neste último fim de semana, o deputado estadual, Álvaro Campelo (Progressistas), esteve nas cidades de Itamarati (distante 982 km de Manaus) e Carauari (787 km), fiscalizando a execução de emendas e conhecendo de perto a realidade da população, além de se reunir com segmentos que ainda se recuperam dos impactos decorrentes da pandemia e da cheia histórica que atingiu o Amazonas.

Em Itamarati, na sexta-feira (16), além de acompanhar a execução de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) enviados para a saúde e a educação, oriundos de emenda parlamentar, o deputado assumiu o compromisso com o prefeito, João Campelo (MDB), de destinar mais uma emenda para o setor primário no valor de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais).

No sábado (17), e domingo (18), em Carauari, o deputado realizou diversas reuniões com policiais militares, enfermeiros, agricultores, pescadores, entidades do terceiro setor, dentre outros compromissos. Na oportunidade, o prefeito Bruno Ramalho (MDB), e o secretário de Saúde do município, José Maria, solicitaram uma parlamentar para a realização de um mutirão oftalmológico para o atendimento de pessoas carentes.

O parlamentar avalia suas ações no interior do Estado como de importância fundamental, tendo em vista o período de pandemia que ainda continua. “A Covid-19 afetou diretamente estas pessoas, além da cheia histórica deste ano. Esses recursos, oriundos de emendas parlamentares, contribuem para que os efeitos sejam amenizados, em especial, na área da saúde e o setor primário”, concluiu Álvaro Campelo.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Dep. Álvaro Campelo

Foto: Divulgação

Related posts

Absurdo: Governador do Pará gasta quase 2 milhões de reais em compra de garrafas pet sem licitação

Redação

Perícia balística auxilia na resolução de crimes violentos no Amazonas

Redação Am

Primeira assinatura digital do Governo do Amazonas no DOE completa 1 ano de mais celeridade e segurança aos atos oficiais

Redação