Amazonas

Telemedicina: Careiro é o primeiro município a ter ambulatório de assistência médica

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), em parceria com Ministério da Saúde (MS), implantou nesta semana o primeiro ambulatório de assistência médica especializada por telemedicina no município de Careiro (a 88 quilômetros de Manaus). O projeto é financiado pelo Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS) e tem apoio do Hospital Albert Einstein (HAE).

Estão sendo ofertadas consultas com médicos do HAE nas especialidades de Cardiologia, Endocrinologia, Pneumologia, Reumatologia, Neurologia, Neuropediatria e Psiquiatria.

Em Careiro, no primeiro dia de implantação foram realizadas três consultas por telemedicina, das quais duas em cardiologia e uma em neuropediatria.

“Dentro do programa Saúde Amazonas temos projetos de governança em Tecnologia da Informação (TI) e dentre eles tem o projeto de Telemedicina, que vai contribuir no apoio dos nossos municípios. Atualmente o projeto vai contemplar 27 municípios”, disse o secretário executivo adjunto de TI, Francisco Arce Junior.

Arce também destacou que todos os equipamentos que serão utilizados no projeto já foram entregues aos municípios que farão parte dessa primeira fase da iniciativa.

Visita técnica – A coordenadora de Operações da Telemedicina do Hospital Albert Einstein, Renata Albaladejo Morbeck, esteve no Amazonas para acompanhar a implantação do projeto. De acordo com ela, o projeto promove consultas de sete especialidades para integrar a atenção primária e proporcionar o acesso aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) a especialidades.

“A ideia é que o paciente seja atendido na presença do médico que o acompanha na atenção primária, a fim de que a gente consiga incrementar informações, conduzir o exame físico e minimizar o deslocamento desses pacientes. Então é uma coisa simples, que dá para resolvermos no próprio município mais precocemente, evitando complicações de alguns quadros diagnósticos e que a gente pode fazer de uma forma bastante simples dentro de uma tela em consulta”, explicou Renata.

Na quinta-feira (12/11), a coordenadora visitou a Empresa de Processamento de Dados do Amazonas S/A (Prodam) para conhecer a estrutura e poder buscar dentro do Proadi-SUS a possibilidade do órgão ser inserido no projeto, apoiando e contribuindo, principalmente na conectividade no interior.

Planejamento – Até dezembro deste ano, a previsão é que será implantado o projeto nos municípios de Envira e Maraã. As demais cidades terão o serviço implantado até setembro de 2021, seguindo o planejamento da SES-AM.

Ações do Saúde Amazonas – O programa Saúde Amazonas consiste em um pacote de medidas divididas em nove macroações, com mais de 150 projetos cadastrados, até o momento, que visam mudanças estruturantes e melhoria dos serviços.

As ações são: Redução de Filas; Reorganização da Rede de Saúde e Ampliação do Faturamento; Saúde nas Calhas; Modernização da Gestão Administrativa; Formação e Desenvolvimento do Servidor; Fortalecimento da Estrutura de Controle; Comunicação; Governança de Tecnologia da Informação e Fortalecimento da Vigilância em Saúde.

FOTOS: Divulgação/SES-AM

Leia Também

Wilson Lima inaugura Núcleo da UEA em Santo Antônio do Içá

Victoria Farias

Governo do Amazonas assina convênio com Prefeitura de Tabatinga para viabilizar investimento em obras de infraestrutura, no município

admin

Farmácia satélite gera economia para o SPA Joventina Dias

Redação