Amazonas

Na FCecon, pesquisas contribuem para entendimento do câncer de mama

A Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), conta com 12 projetos de iniciação científica, além de trabalhos de mestrado, doutorado e residência médica, que abordam a temática do câncer de mama. Os projetos são realizados no âmbito da Diretoria de Ensino e Pesquisa (DEP/FCecon) e visam contribuir com a prevenção, o diagnóstico e o tratamento dessa doença.     

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células da mama, segundo o diretor-presidente da FCecon, mastologista Gerson Mourão, que explica que esse processo gera células anormais que se multiplicam, formando um tumor. Por isso, a detecção precoce é uma das principais formas de combate, bem como o incentivo à pesquisa científica na área.

Conforme a diretora do DEP/FCecon, Kátia Luz Torres, dentre mais de 50 projetos do Programa de Apoio à Iniciação Científica (Paic) em andamento, 12 tratam sobre o câncer de mama, somando-se aos trabalhos de mestrado, doutorado e residência médica. “As pesquisas são voltadas à assistência e melhoria de processos, análise de tratamento e eficácia, dinâmica da doença e, principalmente, para conhecer o perfil das mulheres com câncer de mama na unidade hospitalar”, pontua Torres. 

Laboratório de Biologia Molecular – O próximo passo em relação às pesquisas científicas, destaca Torres, é a montagem do Laboratório de Genômica para análise de tumores de câncer de mama. Ela salienta que o laboratório vai permitir estudos de alterações e a resposta a terapêutica associada à genética de cada indivíduo.

Doutora em Doenças Infecciosas e Parasitárias pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), Torres enfatiza que os projetos em andamento na unidade hospitalar são feitos em parceria com centros de pesquisas regionais, nacionais e internacionais.

Biomarcadores lipídicos – Dentre essas parcerias está o projeto de doutorado sobre o uso de lipídios como biomarcadores no diagnóstico e monitoramento do tratamento do câncer de mama. A pesquisa é coordenada pela servidora do Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, Rayane da Silva Souza, e desenvolvida no âmbito do Programa de Imunologia Básica e Aplicada da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), em parceria com a USP de Ribeirão Preto (SP) e a FCecon.

Segundo Rayanne Souza, a pesquisa conta com o apoio dos profissionais do Laboratório de Patologia, Serviço de Mastologia e Centro Cirúrgico da Fundação Cecon, além do apoio de três alunos do Paic.  Ela explica que o objetivo do trabalho é identificar nas amostras de tecidos mamários e de sangue periférico os lipídios expressos em maiores quantidades.

“Nesse painel de perfis lipídicos, buscamos biomarcadores que possam ser utilizados, futuramente, no diagnóstico e no monitoramento do tratamento do câncer de mama e, assim, utilizá-los para analisar se o mesmo está sendo efetivo. Já existem biomarcadores proteicos, queremos desenvolver os de lipídios”, ressalta a doutoranda.

Testes – A previsão, conforme Rayanne Souza, é que as análises das amostras para identificar e montar os perfis lipídicos sejam realizadas no mês de março de 2021, no laboratório de lipidômica da USP de Ribeirão Preto. Ela reitera também que serão analisadas as citocinas (proteínas secretadas pelas células) e feita a caracterização gênica desses materiais.

Citocinas – Além dos lipídios, a pesquisa também vai analisar a citocina IL-17 (um tipo de proteína inflamatória) presente no tumor mamário. De acordo com Rayanne Souza, existem divergências sobre o papel dessa citocina no aumento e/ou na redução do tumor. “Iremos avaliar o papel da IL-17 no câncer de mama, além de outras citocinas também presentes no microambiente tumoral”, explica.

Pacientes – A pesquisa está sendo realizada com 40 pacientes, a maioria mulheres, mas também há homens, com diagnóstico de câncer de mama invasor e que realizaram o procedimento cirúrgico de mastectomia radical modificada – remoção total da mama. 

FOTOS: Luís Mansueto/FCecon (fotos 1 e 2) e Rhyvia Araújo/FCecon (foto 3)

Leia Também

Com oitenta porcento 80% de popularidade em Rio Preto da Eva, prefeito Anderson Souza poderá ser o campeão de votos do PP em 2020

admin

Wilson Lima anuncia oferta de novos serviços no Instituto de Saúde da Criança do Amazonas (Icam)

Barbara Nascimento

Coronavírus: Segundo paciente curado do AM deve receber alta nesta segunda

admin