Amazonas

Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, receberá Título de Cidadão do Amazonas

A Assembleia Legislativa do Amazonas aprovou hoje (06/10) o projeto de lei que concede o Título de Cidadão do Amazonas ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

O projeto foi apresentado pelos deputados Fausto Jr. e Josué Neto, que argumentam que o título é uma “justa homenagem” ao ministro que já morou no Amazonas e tem trabalhado pela recuperação da BR-319.

“Ele (Tarcísio Freitas) já morou no Amazonas e conhece bem nosso Estado, tanto a capital quanto o interior”, afirmou Fausto Jr. “Ele serviu o Exército Brasileiro aqui na região e se tornou um grande defensor do Amazonas”, acrescentou.

A determinação do ministro em recuperar a BR-319, enfrentando setores contrários à estrada, mostrou que Tarcísio Freitas sabe a importância da rodovia para o desenvolvimento econômico e turístico do Amazonas, destacou o deputado Josué Neto.

“Desde que assumiu o ministério em janeiro de 2019, ele (Tarcísio Freitas) garantiu que a BR-319 seria recuperada. A promessa está sendo cumprida”, ressaltou Josué.

No último fim de semana, o ministro esteve no município de Humaitá, no interior do Amazonas, onde assinou a ordem de serviço para recuperação do ‘trecho do meio’ da BR-319.

Esse trecho, que possui 405 quilômetros, é o mais perigoso da rodovia, com atoleiros, buracos, pontes quebradas e falta de sinalização. Com a ordem de serviço, o trecho do meio será totalmente recuperado. A previsão é que as obras comecem em janeiro de 2021.

“O trecho do meio não recebe obras há mais de 20 anos. Sem o empenho do ministro e do presidente Bolsonaro, o local continuaria abandonado”, afirmou Fausto Jr.

A data para entrega do Título de Cidadão do Amazonas será definida até o final deste mês pela Assembleia Legislativa do Amazonas, em parceria com o Ministério da Infraestrutura.

Leia Também

Tonantins: Vereadora é perseguida por grupo de prefeito e recebe ameaças de morte e cassação

admin

Crianças com deficiência terão semana de brincadeiras inclusivas no Centro Cultural dos Povos da Amazônia

Victoria Farias

Adaf interdita charquearia em Rio Preto da Eva

admin