Amazonas

Governo do Amazonas injetará R$ 1,2 bilhão na economia com pagamentos a servidores, no mês de dezembro

O Governo do Amazonas injetará cerca de R$ 1,2 bilhão na economia, no próximo mês, com o pagamento da segunda parcela do 13º salário dos servidores públicos estaduais, nos dias 15 e 16; com o pagamento do salário referente a novembro; e com a antecipação do salário de dezembro, que será efetuado nos dias 28 e 29. O governador Wilson Lima fez os anúncios nesta quinta-feira (19/11), em entrevista coletiva realizada na sede do Governo do Estado, na Compensa.

Na ocasião, ele também anunciou que, a partir de janeiro de 2021, os salários do funcionalismo público serão pagos nos dois últimos dias úteis do mês trabalhado. Segundo o governador, as medidas foram possíveis graças à gestão fiscal eficiente do Estado, que apresentou bom desempenho mesmo durante a pandemia.

“Tudo isso que estamos anunciando de benefício para o servidor é resultado do esforço que nós fizemos nos anos de 2019 e 2020, juntamente com todo o nosso secretariado, com a nossa base na Assembleia Legislativa. A gente conseguiu, com todos esses movimentos e esforço que nós fizemos, colocar o Estado hoje numa situação em condições de priorizar aquilo que é importante e essencial, e o pagamento do servidor público em dia é prioridade nossa”, frisou Wilson Lima.

De acordo com a secretária de Administração e Gestão, Inês Simonetti, mais de 78 mil servidores estaduais serão beneficiados, no mês de dezembro, com as medidas anunciadas pelo governador.

“Eles irão receber no mês de dezembro o equivalente a dois salários e meio. É o Governo injetando R$ 1,2 bilhão na economia do estado, valorizando e priorizando, como sempre, o servidor público do Estado do Amazonas”, afirmou.

Equilíbrio fiscal – Segundo a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), o Amazonas teve um superávit (diferença entre receitas e despesas) de R$ 1,96 bilhão até o segundo quadrimestre deste ano, índice 70% maior do que o registrado no mesmo período do governo anterior, em 2018.

A política de melhoria da qualidade do gasto público, aliada ao equilíbrio fiscal, também permitiu que o Governo do Estado mantivesse investimentos em áreas prioritárias, como saúde, educação e segurança.

“O ano de 2020 foi bem complicado por conta da pandemia. Mesmo com todas essas dificuldades, o Estado do Amazonas conseguiu, desde 2019 e também este ano, chamar mais de 5.500 aprovados em concursos públicos, incluindo policiais militares, bombeiros, profissionais da área de saúde”, pontuou o governador.

Orçamento – Durante a entrevista coletiva, Wilson Lima destacou que a proposta de orçamento estadual para 2021, que está em tramitação na Assembleia Legislativa, prevê uma receita líquida estimada de R$ 19 bilhões. Desse total, R$ 2,6 bilhões serão investidos na área da saúde, R$ 2,8 bilhões em educação e R$ 2,3 bilhões em segurança pública.

“O ano de 2021 ainda é um ano que a gente trabalha com muita cautela porque se avizinham algumas reformas, reforma administrativa do Governo Federal, reforma tributária, e a gente ainda precisa saber como é que a economia vai se comportar diante desses movimentos nacionais, mas no geral nós estamos bem otimistas”, avaliou o governador.

FOTOS: Diego Peres/Secom

Leia Também

Centro de Tratamento de Queimados alerta sobre riscos de acidente com fogos de artifício

admin

Wilson Lima anuncia convocação de mais 1.273 aprovados em concurso da Secretaria de Educação

Barbara Nascimento

Coitado gente! Acusado de vários crimes, STF decide manter Lula preso

admin