Amazonas

Equipe da SES-AM faz vistoria na Policlínica Gilberto Mestrinho

O local será referência para pacientes vindos do interior em busca de atendimento especializado

A equipe técnica da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) esteve na Policlínica Gilberto Mestrinho, no Centro da cidade, na manhã deste sábado (07/11), fazendo vistoria no prédio, que, a partir do dia 26 de novembro, terá sua Carta de Serviços ampliada e passará a ser, também, unidade de referência para o atendimento de pacientes vindos do interior do estado. O secretário de Saúde, Marcellus Campêlo, acompanhou a visita.

Nessa nova configuração da Carta de Serviço da unidade, a Policlínica Gilberto Mestrinho vai ofertar atendimentos médicos em 29 especialidades, como oftalmologia, cardiologia, neurologia, ortopedia, reumatologia, endocrinologia, entre outras.

Campêlo falou sobre como essa reformulação, que faz parte do Programa Saúde Amazonas, será fundamental para a reestruturação da rede e para o bem-estar da população. “A Policlínica tem um potencial espetacular, com condições de oferecer uma grande oferta de serviços para a população, sendo um percentual desses serviços voltado a pessoas vindas do interior. Vamos aprimorar os fluxos de atendimento e infraestrutura”.

O secretário acrescentou que, assim como os Hospitais e Prontos-Socorros da capital que aderiram ao projeto Lean das Emergências, do Ministério da Saúde, o qual está sendo implantado pelo Hospital Sírio Libanês, as próximas unidades a utilizarem a metodologia de organização de fluxos serão as policlínicas e as maternidades.

Capacidade – Atualmente, a capacidade produtiva da Policlínica Gilberto Mestrinho é de cerca de dez mil atendimentos mensais. De acordo com a secretária executiva adjunta de Assistência Especializada da Capital da SES-AM, Márcia Murad, com essa ampliação, está previsto para o primeiro mês dobrar essa capacidade de atendimento e, gradualmente, ir ampliando esses números.

Valorização profissional – Com a ampliação dos serviços, a unidade também contará com o aumento do número de profissionais. O secretário Marcellus Campêlo ressaltou que a mudança, na unidade, não será apenas estrutural.

“Toda a parte física e de equipamentos serão revitalizadas, troca de mobiliário e não apenas isso. Nós vamos contar muito com os servidores que já atuam na unidade e vamos reforçar a equipe com mais profissionais. Vamos valorizar os servidores com todos os projetos previstos pelo Saúde Amazonas”.

Agendamentos – Os agendamentos serão para pacientes que chegarão à unidade por meio do Sistema Nacional de Regulação (Sisreg).

Caso o paciente necessite de atendimento em especialidades que não estejam contempladas na Carta de Serviços da policlínica, o paciente será referenciado para a unidade especializada na rede de saúde de Manaus, com marcação feita pela Central Única de Regulação e Agendamentos (CURA).

Fotos: Rodrigo Santos/ SES-AM

Leia Também

Wilson Lima assina decreto para dar mais transparência às filas da saúde

Redação

Apresentações de iniciação científica da FVS-AM abordam malária, dengue, raiva e influenza

Victoria Farias

Produção de castanha-do-brasil no Amazonas é destaque nacional

Victoria Farias