Internacional

Emissoras dos EUA censuram fala de Trump onde denuncia fraudes nas eleições americanas

Três grandes emissoras de TV norte-americanas interromperam o pronunciamento feito pelo presidente Donald Trump na noite de quinta-feira (5). Durante a fala, o chefe de Estado voltou a dizer que existiam fortes evidências de que as eleições foram fraudadas pelo Partido Democrata.

– Se você contar os votos legais, eu facilmente venço; se você contar os votos ilegais, eles podem tentar roubar a eleição de nós – disse Trump.

Antes do fim do pronunciamento de Trump, os canais ABC, NBC e MSNBC invadiram a fala do líder para dizer que ele estava fazendo “acusações falsas”. Na ABC, a âncora chamou as falas de Trump de “acusações falsas” e “sem base” e se defendeu dizendo que a interrupção não era “ser parcial”.

Um texto similar foi dito pelo âncora da NBC, onde o apresentador do programa NBC News disse que “tinha que interromper” o discurso do líder afirmando que ele estava fazendo “várias afirmações falsas”.

Na MSNBC, a interrupção foi classificada pelo âncora como “estranha posição” e disse que a atitude visava não só “interromper” como corrigir o presidente Donald Trump. O apresentador da Brian Williams, justificando a decisão, disse que a coletiva de imprensa “não estava enraizada na realidade”.

Pleno News

Leia Também

Covid-19: cidades na Inglaterra proíbem sexo casual durante a pandemia

Redação

Delegações estrangeiras abandonam reunião da ONU sobre Venezuela

admin

Países pedem à Venezuela que facilite para quem quer deixar o país

admin