Política

“É importante ter um maior estreitamento das relações entre população e poder público”, afirma Cheine Araújo

Pensar em uma população de mais de dois milhões de habitantes somente na capital amazonense, em Manaus é também lembrar que estas pessoas vivem na sua maioria em comunidades.

Seja em bairros ou conjuntos, estas pessoas com as respectivas famílias lutam todos os dias pelo pão na mesa, porém só elas sabem a dificuldade que enfrentam quando precisam de um espaço digno para morar e que podemos citar em boa infraestrutura, educação, saúde e transporte público.

Quem conta as dificuldades de se morar em uma comunidade é a dona de casa Rosimar Menandes, de 52 anos. Ela é cacique da etnia Apurinã e mora no Conjunto Cidadão 12, bairro Monte das Oliveiras.
A cacique explica que a comunidade onde mora são de casas que foram doadas em 2010, pelo Governo Federal às famílias indígenas, porém o espaço passa longe de ter tudo que precisa. “Não temos ônibus de qualidade, não vem uma empresa boa pra gente. Temos também problemas com a falta de uma ‘Casinha de Saúde’, também não temos uma feira para comprar mantimentos, lazer então um único campo de futebol está precário”, relatou.

Além de todos estes problemas relatados pela indígena, ela conta que falta apoio para uma escola que ela mesma idealizou nos fundos de casa para alfabetizar adultos e ensinar a língua indígena as crianças e alfabetizar os adultos, além disso, ela conta que a área precisa de uma centro de sociabilização para que adolescentes possam fazer atividades educacionais.

A moradora do Conjunto Viver Melhor 2, etapa Lago Azul, Michele Brito, 26 anos conta que na localidade onde vive a maior dificuldade dela é a falta de lazer para as crianças. “Também precisamos de alguém que nos ajude com uma lotérica e um espaço que possa distrair nossas crianças”, relatou.

Para o candidato advogado Cheine Araújo e candidato a vereador pelo Avante, Cheine Araújo o principal problema é falta de incentivo público para melhorias na comunidade. “Muitas pessoas não tem renda suficiente para ter plano de saúde, escola particular, lazer e entre outros que contribui para o crescimento de melhoria no grupo familiar. Isso causa uma insatisfação generalizada e a sociedade toda é afetada por meio disso”, destacou.

Ele disse que muitos não sabem os caminhos para resolver os problemas, mas que com o fortalecimento das organizações sociais, uma participação maior da comunidade nas questões políticas, junto ao poder público. A junção e parceria de líderes comunitários e políticos comprometidos em melhorar os bairros, pode ser a real solução para os problemas em comunidades manauaras.

Quem é Cheine Araújo

Candidato atual a vereador de Manaus, pelo partido Avante, natural de Manaus Amazonas, Cheine Araújo é pai de família, indígena, militante nas causas dos segmentos dos povos indígenas, Cristão, é paratleta com títulos regionais, nacionais e internacionais. Criador e fundador da Associação Paradesportiva do Norte (APAN), vice-presidente da Federação Paralímpica do Amazonas (FEPAM), membro da comissão em defesa dos direitos da pessoa com deficiência da OAB do Amazonas, qualificado em gestão pública, qualificado em licitação e contratos, atuou como coordenador-geral da fundação nacional do índio do alto Rio Negro, pedagogo e já atuou como professor da secretaria municipal de educação em Manaus, aprovado em 20 concursos Públicos Municipal, Estadual e Federal, servidor Público do ministério público do Estado do Amazonas, advogado com especialização em direito público penal e processo civil.

Leia Também

Bolsonaro diz que vai propor fim da reeleição para presidente

admin

Twitter vai passar a proibir todos os tipos de propaganda política

admin

Deputada Estadual Joana Darc (PR) ressalta gestão compartilhada de presidente da Aleam

admin