Política

Com custo de milhões, Maia fez recorde de 250 viagens em aviões da FAB

O deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) parece não gostar muito do contato com o público nos aeroportos do país. Ao menos é isso que indica a quantidade exorbitante de viagens feitas por ele ao longo de 2019, quando a pandemia ainda não existia, usando aviões da Força Aérea Brasileira.

Apesar de existir a prerrogativa para que ele utilize o serviço, Maia viajou mais que o dobro de vezes que a segunda autoridade a utilizar mais vezes o serviço naquele ano. Além disso, o número de passageiros previstos e alguns destinos pouco convencionais fizeram a agenda aeronáutica do atual presidente da Câmara saltar aos olhos.

DESTINOS TURÍSTICOS
Apesar das solicitações de viagens serem restritas a fins de segurança, emergência médica e viagens a serviço, alguns destinos escolhidos por Rodrigo Maia não parecem ter muita relação com nenhuma das três razões elencadas. Para a Ilha do Sal, por exemplo, um destino paradisíaco localizado em Cabo Verde, na África, o chefe da Câmara foi quatro vezes, num voo com 34 passageiros previstos.

Outro destino curioso escolhido por Maia foi a cidade de Fort-de-France, capital da Martinica, ilha caribenha que pertence à França e que é conhecida por ser um dos principais destinos turísticos do Caribe. O local, cheio de praias de águas azuis e hotéis de luxo, foi o destino de Maia e de seus convidados por quatro vezes ao longo de 2019, num voo com 40 passageiros previstos.

Além dos locais conhecidos por suas praias, outras viagens internacionais ainda apareceram no rol de destinos escolhidos pelo presidente da Câmara. Cidades como Londres, Nova Iorque, Lisboa, Dublin, Roma e até as Ilhas Canárias, na Espanha, viraram o destino de Rodrigo Maia e de sua “comitiva”.

NÚMERO EXORBITANTE DE CONVIDADOS
As viagens do atual presidente da Câmara não foram feitas de forma solitária, muito pelo contrário, para muitos destinos a quantidade de pessoas que foram “na conta” do político é enorme. Nos voos que fez para Brasília, seu principal destino, ele levou 920 pessoas em 98 voos, o que totaliza uma média de quase 10 passageiros em cada viagem.

Outras duas grandes cidades brasileiras também tiveram uma média alta de “caronas” concedidas. São Paulo, para onde Maia foi 49 vezes em 2019, teve 461 passageiros previstos. O Rio de Janeiro, estado base do parlamentar e onde a família dele mora, foi o destino dele por 52 vezes com 457 passageiros.

O RECORDISTA ENTRE AS AUTORIDADES
Em 2019, Maia liderou de longe a quantidade de voos realizados entre as autoridades públicas que poderiam utilizar a prerrogativa. Foram 250 voos e 2.315 passageiros ao longo do ano. Ao todo, o deputado esteve em 32 municípios diferentes; 11 no exterior. Os voos tiveram, em média, 11 convidados por Maia em cada trecho.

Já o segundo colocado, o ex-ministro da Cidadania, Osmar Terra, viajou menos da metade de vezes que o parlamentar; foram 110 voos. A lista dos cinco que mais utilizaram o serviço ainda foi completada por Ernesto Araújo, ministro das Relações Exteriores, com 104 voos; Dias Toffoli, presidente do STF, com 97; e Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, com 91.

MAIA ALEGA “SEGURANÇA E AGILIDADE”
Procurado pelo site Poder 360, em março de 2020, para comentar sobre o assunto, Maia afirmou que a utilização dos serviços era motivada por questões de segurança e para “agilizar os deslocamentos”.

– O uso de aeronaves da FAB cumpre os preceitos legais e é motivado por questões de segurança e para agilizar os deslocamentos – permitindo a presença no maior número de eventos e o retorno mais rápido a Brasília – completou ele.

Leia Também

Capitão Alberto Neto e Orsine Jr. ouvem motoristas e levam propostas para melhoria do trânsito na cidade de Manaus, durante adesivaço na Avenida Autaz Mirim

Junior Ferreira

Causa animal e sustentabilidade em pauta

admin

Emendas de Alessandra Campêlo à PEC garantem promoções a policiais e exclui Defensoria de limite de gastos

admin